Década de 70


O abstracionismo lírico de Mabe é a marca constante de seus trabalhos, a mescla de inspirações entre o Oriente e o Ocidente é visivel nas obras, as cores lembram o Brasil, um país rico na natureza e a gestualidade oriental que esta presente nas formas liricas das composições. As obras dos anos 70 dão continuidade da evolução de um artista mostrando porque um mestre é um mestre. A preocupação de uma Obra desde a sua concepção até o produto final é sempre uma marca de Mabe, nada deve ficar faltando, toda a obra deve ter vida. Em 1978, Mabe realiza a sua primeira retrospectiva no Japão, levando se para esta mostra as suas melhores obras. Infelizmente 63 obras foram perdidas, no que até hoje é um mistério o desparecimento das obras e do avião que as transportava. As obras premiadas de 1959 também estavam no vôo e com isso perderam-se as mais importantes obras da carreira de Mabe.